marketing criativo

Marketing Criativo: o caminho para produzir conteúdos de valor

Janeiro já tá quase aí… sereno, confiante e cheio de si 🎶 [INTERROMPEMOS O SEU MOMENTO GOOD VIBES PRA VOCÊ COMPRAR, AGORA MESMO, ESSE PRODUTO QUE NÃO TEM NADA A VER COM VOCÊ DE UMA MARCA QUE VOCÊ NUNCA OUVIU FALAR]. De zero a dez, qual a chance desse tipo de propaganda dar certo? -1. E por qual motivo? Pelo simples fato de não ter nada de atraente nela. Hoje em dia o empresas não só podem, como deve explorar cada vez mais o marketing criativo em suas estratégias. Quer saber por quê? Continue a leitura.

O que é Marketing Criativo

Todos os dias recebemos uma enxurrada de anúncios. Para sermos mais exatos, o brasileiro vê, em média, 1.8 mil anúncios online por mês. Nem se o nosso cérebro quisesse, é praticamente impossível reter informações de quase 2.000 propagandas vistas APENAS na internet. Por isso é importante sair do padrão para chamar a atenção do público. E é aí que o marketing criativo entra.

O marketing criativo é aquela estratégia que você pode usar na sua mídia de performance, num anúncio no YouTube, comercial de TV ou em qualquer outra ação para fazer sua audiência sair do automático e prestar atenção no que você quer dizer. Ou seja, o marketing criativo busca encontrar maneiras fora do comum para conseguir se destacar em meio à multidão

  • É quando se sai do óbvio para algo relevante. 
  • É quando se atinge em cheio o lado emocional do público. 

Atingir resultados acima da média não é uma tarefa fácil. Pensar fora da caixa para conseguir se destacar no mercado exige tempo, compromisso e maturidade. Maturidade, principalmente, para entender que marketing criativo não é baseado apenas em artes bonitas e irreverentes. Para uma marca obter alta performance, a criatividade precisa estar presente em todo o processo de setup. Falaremos mais sobre isso a seguir.

Como a sua empresa pode adotar esse tipo de estratégia

Exposição a inúmeros anúncios diariamente, falta de tempo, atenção dispersa. Esse é o cenário que a maioria das pessoas se encontram hoje em dia. Para que seja possível quebrar esse padrão e gerar interesse no público é necessário criatividade para explorar caminhos diferentes.  

Contudo, é importante deixar claro que a criatividade é exigente. Obter insights e ideias fora da caixinha não acontecem do nada. É fundamental que empresas adotem uma cultura de aceitação ao erro, que deem liberdade e apoio aos profissionais, assim como evitem ao máximo trabalhar com prazos apertados. Afinal, ninguém consegue ser produtivo sob pressão. Por isso, organização e planejamento precisam fazer parte das etapas que irão constituir o seu marketing criativo.

Além disso, outro ponto que merece destaque é ter em mente que marketing não se restringe apenas à artes diferentonas, especialmente quando se fala em mídia de performance. Claro que o visual importa, mas a criatividade precisa estar presente em todas as etapas.

E quais processos são esses?  

  • Alcance: Existem procedimentos padrões quando o assunto é segmentação para campanhas de Facebook e Instagram Ads. Só que é possível fazer mais. Se além das informações demográficas, de gênero e idade, você adicionar, no próprio gerenciador de negócios, interesses semelhantes do seu público-alvo ou incorporar uma lista de lookalike, seus resultados podem ser mais certeiros atraindo o grupo de pessoas ideal para o seu tipo de anúncio.
  • Atração: Os primeiros segundos são cruciais para fazer o usuário ficar retido no seu conteúdo. Por isso, além de uma arte impactante, é necessário uma chamada bem feita para gerar o interesse/curiosidade no usuário. Até porque de nada vale uma arte maravilhosa sem um texto-gatilho eficaz ou mesmo uma headline show sem uma arte chamativa.
  • Encantamento: Se o usuário se interessou pelo conteúdo e acessou o seu link,  certifique-se que o site, blog ou landing page sejam tão chamativos quanto o seu anúncio. Explorar o método AIDA é um ótimo recurso para trazer as informações principais logo de cara de maneira clara, direta e chamativa.
  • Engajar: Pode ser que o usuário viu tudo, gostou, mas ainda não está preparado para efetivamente realizar a compra. Aí que entra o processo de engajamento. De ser relevante para o seu público, ter personalidade, dar espaço para os seus seguidores. Engajar é o grande passo para gerar confiança com o cliente.
  • Conversão: Se o lead já está mais do que pronto para virar seu cliente, é fundamental garantir um processo de compras simples, de confiança e de pensar em estratégias pós-vendas. Porque o que a gente quer são clientes assíduos, não clientes fantasmas. Sem contar que reter clientes é mais barato do que começar uma venda do zero.

Por que o marketing criativo faz diferença?

Você é mais movido pela razão ou pela emoção? Você pode dizer que se policia para sempre ser guiado pela razão. No entanto, quando o assunto é vendas, quase sempre é a emoção que ganha. É possível converter uma pessoa racional utilizando o emocional, mas nem sempre o contrário também se aplica. E o marketing de conteúdo vai totalmente de encontro ao emocional.

Pessoas com perfil mais emotivo enxergam além do que é exposto. Elas não vão se encantar se você fizer uma lista de inúmeros benefícios do seu produto. Mas pode ser que elas se interessem se você disser o quanto aquilo pode ajudá-las a conquistar o mundo, por exemplo.

O Marketing Criativo é certeiro, principalmente para campanhas de atração e engajamento justamente por isso.

Receita para construir um marketing criativo eficaz

É importante deixar claro que não existe receita para fazer com que o seu marketing criativo seja um estrondo. O que existem são boas práticas que, se aplicadas e aprimoradas constantemente, certamente irão te fazer crescer e ganhar, paulatinamente, mais autoridade.  São elas:

  • Fazer um bom briefing;
  • Entender qual é a sua persona para saber qual a sua motivação, objetivos, dores, para criar uma mensagem convincente;
  • Ter boas referências e domínio sobre o assunto que será tratado;
  • Não se esquecer de ter um CTA bem direcionado;
  • Ser mobile friendly

Como desenvolver a criatividade?

Como já dito, a criatividade precisa ser lapidada diariamente. Existe todo um processo para ela se tornar presente no ambiente corporativo. Mas existem alguns hábitos que é possível incorporar na rotina para os insights aparecerem com mais frequência. Vamos listar alguns:    

  • Estar disposto a sempre buscar por conhecimentos múltiplos; 
  • Se manter atualizado;
  • Se desafiar a sair da zona de conforto;
  • Garantir uma mente relaxada, limpa e empolgada;
  • Questionar sempre que puder;
  • Que pausas são essenciais. 

Você pode saber mais sobre criatividade e processo criativo clicando aqui.

Se você chegou até aqui então está mais do que preparado em aplicar o marketing de conteúdo para a sua empresa. Agora é com você! Preparado para ir além do comum? 🚀