REPOSICIONAMENTO DE MARCA

Reposicionamento de marca: ser visto para ser lembrado.

É hora de repensar a comunicação da sua marca.  

As mudanças que estão acontecendo no mundo por conta do coronavírus culminaram no reposicionamento de marca de várias empresas no mercado.

Pensando nesse cenário, as ações de marketing foram ajustadas e passaram a ser mais sensíveis, mostrando um lado mais social e responsável dessas marcas.

Como acontece o reposicionamento de uma marca?

Antes de mais nada, é preciso entender como tudo está sendo consumido. A internet está sendo mais usada, aplicativos estão sendo mais baixados, as redes socais estão em alta, as pessoas veem mais televisão. Por isso, é preciso estreitar relações com o público-alvo chegando até ele por meios e mídias que ele consome.

Porém, a estratégia aqui deve ser diferente. No lugar de venda de produtos, promoções e ofertas imperdíveis, deve-se entregar um conteúdo mais apropriado para o momento. O consumidor está valorizando mais o “ser” e espera que as empresas ajudem nesse novo cotidiano que estão vivendo e que sejam úteis, também, no futuro.

Para se reposicionar é preciso mudar

Quem trabalha com comunicação, como nós, sabe que, em tempos de crise, a primeira opção das empresas é cortar o setor de marketing. Mas, essa é não a hora de parar e sim de mudar o plano e a estratégia para não desaparecer de cena.

Com a comunicação ativa é possível redefinir o plano de mídia, alcançar o público por onde ele está consumindo – como eu falei logo no começo dessa nossa conversa, escolher novos formatos de anúncios e repensar os conteúdos reforçando a missão, visão e valores da empresa.

Os benefícios do reposicionamento

Fazer um reposicionamento bem planejado e estruturado pode amenizar os efeitos da crise e até estimular o crescimento da empresa. Marcas que mantiverem seu curso normal de comunicação ou cortarem esse setor durante a crise, se tornarão esquecidas e terão menos chances de voltarem para o gosto do público.

Um estudo feito pela Kantar mostra que marcas que investem mais durante as crises crescem até 5 vezes mais do que as outras. Ainda em pesquisas feitas pela Kantar:

Reposicionamento de Marca: Infográfico com dados da pesquisa feita pela Kantar

Aqui você tem acesso a esses e outros estudos e pesquisas da Kantar.

Magazine Luíza, Ifood e Mercado Livre são exemplos de empresas que trabalharam muito bem o seu reposicionamento durante esse tempo de pandemia e que, com certeza, serão lembradas quando tudo isso passar.

Afinal, a crise passará e as empresas e os consumidores continuarão a existir. Por isso, ações de comunicação que são feitas hoje vão impactar em como as marcas serão vistas no futuro, pois terão muito mais relevância e importância para o público de interesse.